Encontro de Lula com Obama será no dia 17 de março

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ter o primeiro encontro com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em 17 de março, em Washington.

Agência Estado |

A confirmação foi feita pelo assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, em entrevista à Rede Eldorado de Rádio.

De acordo com Garcia, na véspera, 16 de março, Lula participará de um evento sobre biocombustíveis em Nova York, promovido pelo "Wall Street Journal".

O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República lembrou que o presidente brasileiro e Obama se encontrarão em outras duas oportunidades: na 5ª Cúpula das Américas, que será em Trinidad e Tobago, em abril, e na reunião do G-20, em 31 de março, em Londres.

Venezuela

Após a aprovação nesta domingo, em referendo, da emenda constitucional que permite reeleições consecutivas e ilimitadas na Venezuela, Garcia afirmou que a questão essencial agora é se o presidente Hugo Chávez terá capacidade de convencimento para ganhar o pleito de 2012. Garcia afirmou que, apesar de o "sim" à reeleição sem limites ter representado maioria (54,36% dos eleitores), o "não" correspondeu a 45,63% e passou os 5 milhões de votos.

Sobre as relações comerciais entre Brasil e Venezuela, o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência avaliou que o Brasil está empenhado num processo de fomentar a industrialização e a transformação da economia venezuelana. Garcia disse que o País tem insistido para que a Venezuela escape da "maldição do petróleo" - concentre a economia num só produto e torne-se dependente da importação para todos os outros.

Garcia informou que a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) abriram escritórios na Venezuela. "Estamos participando, ativamente, do processo de criação de uma indústria de alimentos e de uma infraestrutura para garantir a provisão de alimentos no país e isso tem significado para os empresários brasileiros um excelente negócio", avaliou. Segundo o assessor especial para Assuntos Internacionais, há na Venezuela uma "leva permanente" de empresários brasileiros que estão investindo em grandes obras de infraestrutura e nos setores de indústria pesada, petroquímica, alimentação e bens de consumo.

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG