Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Encontrados fetos e embriões em aterro sanitário no MT

A Polícia Civil de Mato Grosso investiga a origem de 11 fetos e 12 embriões encontrados ontem no aterro sanitário de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A Secretaria Municipal de Saúde e a fundação responsável pelo Hospital e Pronto-Socorro Municipal abriram sindicância para apurar se o material pertence ao pronto-socorro e como poderia ter saído de lá.

Agência Estado |

No material recolhido pela polícia, é possível identificar os corpos de fetos totalmente formados, com idade entre quatro e cinco meses de gestação. Os fetos e embriões foram jogados no lixo em garrafas do tipo pet, recipientes de plástico e de vidro, com etiquetas e identificação das datas e outras informações, como nomes de médicos.

O material foi descoberto pelas catadoras de lixo Icleide Jesus Basílio e Denives Rita da Silva. Assustadas, elas acionaram a polícia e o Instituto Médico Legal (IML) para recolher as embalagens. Em nota, a Secretaria de Comunicação Social de Várzea Grande afirma que há suspeita de sabotagem à administração do município e ao pronto-socorro. "O que teria levado uma servidora do pronto-socorro do município a colocar em sacos de lixo comuns fetos e materiais coletados para exames?", questiona a nota.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG