Enchentes afetam 172 mil pessoas só no Ceará

Já são 172.778 pessoas afetadas pelas enchentes no Estado do Ceará.

Agência Estado |

O dia de hoje foi de chuva forte também em Fortaleza, que registrou 157 milímetros no período entre 19 horas de ontem ao meio-dia de hoje. Por causa do tempo ruim, o Aeroporto Internacional Pinto Martins ficou fechado por 25 minutos. O vôo 1697 da Gol, procedente de Manaus e Belém, previsto para as 8h50, só conseguiu pousar uma hora depois. Apesar dos transtornos no trânsito, segundo a Defesa Civil do município, não houve registro de desabrigados.

A chuva acumulada entre o dia primeiro de janeiro até hoje é de 570 milímetros. O número de ocorrências registradas chega a 341, a maioria casos de risco ou de desabamentos, inundação e risco de deslizamento. Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil de Fortaleza, Alísio Santiago, as comunidades mais atingidas são as ribeirinhas do Rio Maranguapinho, Rio Cocó, Morro do Teixeira, Morro Santiago, Conjunto Santa Terezinha I e II, Rosalina, Lagoa da Zeza e comunidade da CHESF.

Já no interior cearense, segundo a Defesa Civil do Estado, a chuva já desabrigou 2.588 pessoas, que perderam suas casas e estão em abrigos provisórios. Outras 5.890 estão em casas de parentes e amigos. Também chega a 26 o número de municípios atingidos pelas enchentes. Dois estão com estado de emergência decretado - Brejo Santo e Caririaçu - e outros quatro - Aurora, Crateús, Icó e Lavras da Mangabeira - em estado de calamidade. Ainda não entraram na lista as cidades de Novo Oriente, Tianguá e Santana do Acaraú, cujos prefeitos já decretaram emergência, mas os pedidos ainda não chegaram ao governo estadual.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG