Empresas aéreas confirmam três voos do Brasil para a Europa

O grupo Air France-KLM confirmou nesta tarde a retomada de três partidas para a Europa entre esta noite e terça-feira. Contudo, a rota para a França foi alterada de Paris para Toulouse. Desde quinta-feira, as operações do grupo estavam suspensas em função do caos aéreo na Europa causado pela erupção de um vulcão na Islândia.

Agência Estado |

De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, até as 15h50 havia a confirmação dos voos AF445, que vai partir às 19h10 do Aeroporto do Galeão, no Rio, para Toulouse, na França e do KL792, que vai partir às 18h40 do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para Amsterdã, na Holanda. Na terça-feira à tarde está prevista mais uma partida de Guarulhos para Toulouse.

As duas empresas ressaltam que vão priorizar passageiros já reservados nos voos e que aceitem ir para Toulouse. Os passageiros hospedados em hotéis também terão prioridade.

A recomendação é de que os clientes continuem acompanhando as informações pelos telefones Air France: 4003-9955 e KLM: 4003-1888.

Cancelamentos

Ao menos 29 voos (17 pousos e 12 decolagens) entre o Brasil e a Europa foram cancelados nesta segunda-feira. A maior parte deles faria a rota Brasil-França e Brasil-Reino Unido. Segundo a Infraero, até as 13h30 no Aeroporto Internacional Governador Franco Montoro, em Guarulhos, na Grande São Paulo, foram suspensos 13 chegadas e nove partidas. Já no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), foram cancelados quatro pousos e três decolagens.

Reabertura parcial na Europa

Na Europa, a Agência Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) disse esperar que decolem na terça-feira entre 40% e 45% dos voos previstos no espaço aéreo europeu.

Esses aumentos sucessivos obedecem à decisão adotada nesta segunda-feira pelos ministros de Transporte da União Europeia (UE) de flexibilizar o fechamento do espaço aéreo sem pôr em risco a segurança, reduzindo a área sob proibição total de voos, como consequência da nuvem de cinzas proveniente de um vulcão na Islândia.

AFP
Vista aérea mostra vulcão Eyjafjallajokull expelindo fumaça e cinzas

Vista aérea mostra vulcão Eyjafjallajokull expelindo fumaça e cinzas

A flexibilização foi anunciada depois que companhias aéreas e governos começaram a pressionar autoridades de aviação civil para que revissem suas restrições e passassem a pensar em alternativas para ajudar as vítimas.

A crise afetou mais de 6,8 milhões de passageiros, com 63 mil voos cancelados, e causou  perdas estimadas em torno de US$ 200 milhões (R$ 350 milhões) por dia.

Mais notícias


Fotos


Vídeos


Relatos

*Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: aeroportos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG