Empresário é preso em operação contra diplomas falsos

Quadrilha promovia cursos a distância em desacordo com as normas estabelecidas pelo MEC

AE |

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira o responsável pelo Instituto de Desenvolvimento, Estudo e Formação de Mão de Obra de Mato Grosso do Sul (Idefor) na casa dele, no bairro Recanto dos Pássaros, em Campo Grande (MS). A prisão faz parte da Operação Formatura, deflagrada nesta terça contra a venda de diplomas. Policiais também apreenderam no local pedras preciosas e semipreciosas sem documentação expedida pelos órgãos reguladores de comércio e exploração de minerais da União.

A Operação Formatura tem o objetivo de desmantelar uma organização criminosa com atuação em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina, cuja principal atividade é de promover cursos a distância em desacordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC), confeccionando diplomas e outros documentos falsos. As investigações foram iniciadas em 2008, após denúncia recebida, via internet, pela PF de Campo Grande.

A Polícia Federal cumpriu 59 mandados de busca e apreensão, sendo 25 no Mato Grosso do Sul, 2 no Mato Grosso, 11 em São Paulo, 5 no Paraná, 12 em Santa Catarina e um no Espirítio Santo e outro no Rio de Janeiro.

Fraude em concursos públicos

Há pouco mais de uma semana, no dia 16 de junho, a Polícia Federal deflagrou a Operação Tormenta e prendeu 12 pessoas suspeitas de fraudarem concursos públicos. Entre os presos, está um empresário, dono de uma universidade em São Paulo, que seria o chefe do esquema. A quadrilha, segundo a PF, tinha ramificação nacional e atuava há pelo menos 16 anos.

Entre os órgãos cobiçados estavam a Receita Federal e Polícia Federal, cujos salários chegam a R$ 20 mil mensais. Dependendo do nível salarial do concurso, o valor da prova variava de US$ 50 a US$ 150 mil (R$ 267 mil, na cotação desta quarta-feira).

    Leia tudo sobre: quadrilhavenda de diplomas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG