Empresário acusado de matar sócio é baleado no PR

O empresário Darlei Natal Gabana, acusado de ter matado em agosto do ano passado seu sócio, Walter Pertile, em um escritório de contabilidade, foi baleado ontem à noite quando chegava em um restaurante na cidade de Cascavel, no oeste do Paraná. A bala o atingiu no pescoço e ele foi levado ao Hospital Policlínica, onde passou por uma cirurgia.

Agência Estado |

Gabana continua internado, mas o hospital não deu informação sobre sua condição de saúde.

O delegado-chefe da 15ª Subdivisão Policial do município, Amadeu Trevisan, disse que "nenhuma hipótese foi descartada". Segundo ele, o empresário tinha acabado de descer do carro com a mulher, quando um rapaz chegou em uma moto e o chamou pelo nome. Logo depois deu um tiro com um revólver calibre 38. A mulher nada sofreu. A polícia pretende ouvir o depoimento dela e do guardião do restaurante ainda hoje.

No tarde do dia 17 de agosto do ano passado, Pertile foi morto com um tiro. Na manhã daquele mesmo dia, ele e o sócio Darlei Gabana tinham discutido. Em depoimento à Justiça, Gabana disse que atirou contra Pertile porque estava preocupado com ameaças que lhe teriam sido feitas por meio de terceiros. Ele ficou preso por duas semanas, mas conseguiu um habeas-corpus e o direito de responder ao processo em liberdade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG