Empresa diz que raio causou apagão nos telefones

A Trópico, fabricante brasileira de equipamentos de telecomunicações, informou ontem que os raios da tempestade de anteontem na Grande São Paulo afetaram três dispositivos que forneceu à Telefônica, e levaram posteriormente à interrupção do sistema telefônico. Em nota oficial, a empresa assumiu a responsabilidade pelos transtornos que silenciaram até serviços essenciais, de emergência.

Agência Estado |

Os equipamentos estavam localizados nos bairros da Liberdade, Perdizes e Americanópolis e eram responsáveis por orientar as chamadas na rede. Outro, instalado no Ibirapuera, não foi atingido. A Trópico é responsável pela manutenção e suporte técnico.

A Telefônica informou que vai ressarcir as vítimas da pane. A compensação será concedida para todos os clientes da área com código 11 e não será necessário reivindicar o desconto. Em relação aos clientes corporativos, a empresa diz que já iniciou diálogo para definir os descontos. O superintendente de serviços privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Jarbas Valente, disse ontem que o órgão regulador não sabe ainda "o que aconteceu de fato". A agência investiga o problema e, caso se comprove falha na gestão, a Telefônica poderá ser punida. O governo estadual e as autoridades de segurança pública estudam alternativas, após a maior interrupção já registrada na história dos serviços 190 (polícia) e 193 (bombeiros). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG