Empreiteiros estão atrasando obras do PAC, diz diretor do DNIT

BRASÍLIA - O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antônio Pagot, disse nesta quarta-feira que as empreiteiras nacionais são responsáveis pelo atraso de algumas das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). De acordo com ele, problemas de gerência e de falta de competência nas empresas estão empacando a construção ou conservação de trechos de rodovias Federais.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

"Algumas obras do PAC podem ser comprometidas", disse Pagot, acrescentando que "desculpas esfarrapadas" estão sendo usadas pelas empreiteiras para justificar os atrasos.

Sem citar os nomes das empresas, ou quantas obras estão atrasadas devido "à falta de competência" das empreiteiras, Pagot disse apenas que o Estado que mais sofre com a situação é Minas Gerais.

Segundo ele, em março, o DNIT vai ter um relatório mais preciso sobre as empreiteiras que não estão cumprindo seu cronograma de trabalho. A ideia do órgão é ampliar a fiscalização e notificar as empresas.

Caso nada seja feito, Pagot pretende, de forma unilateral, romper contratos e convocar o segundo colocado nos processos licitatórios para executar as obras. "Nós vamos romper de forma unilateral, depois que reclamem na Justiça (...) Quem avisa amigo é", advertiu.

Leia mais sobre: PAC

    Leia tudo sobre: pac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG