Emissora é multada por mostrar casal homossexual em Cingapura

CINGAPURA - Uma emissora de televisão de Cingapura foi multada por transmitir um programa que exibia um casal homossexual e seu bebê de forma a promover o estilo de vida gay, afirmou a agência que controla a mídia local nesta quinta-feira.

AP |

A Autoridade de Desenvolvimento da Mídia multou a MediaCorp TV Canal 5 em US$ 11 mil, segundo declaração publicada em seu website.

A emissora transmitiu um episódio de uma série de decoração chamada "Find and Design" que mostrava um casal homossexual que queria transformar sua sala de jogos em um berçário para seu filho adotivo.

A autoridade diz que o episódio continha cenas do casal com o bebê e que o apresentador do programa parabenizava e reconhecia sua família de forma que "aceita e normaliza o estilo de vida gay e arranjos familiares não convencionais".

O episódio não estava de acordo com as regras que coordenam a programação de tevê a cabo, que impedem a promoção, justificação ou glamourização do estilo de vida homossexual.

No início do mês a mesma agência multou o canal StarHub Cable em US$ 7,2 mil por transmitir um comercial que exibia um beijo entre duas lésbicas.

De acordo com as leis do país, o sexo entre pessoas do mesmo sexo é um "ato de grande indecência", punível com até dois anos de cadeia.

Apesar das proibições, não há relatos de julgamentos. As autoridades proibiram festivais gays e censuraram filmes dizendo que o homossexualismo não deve ser defendido como um escolha de vida.

    Leia tudo sobre: censuracingapuratelevisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG