Embriaguez e atropelamentos marcam feriado nas rodovias federais em São Paulo

SÃO PAULO - O feriado do dia do trabalho foi marcado por prisões de motoristas embriagados e mortes causadas por atropelamentos nas rodovias federais que cortam o Estado de São Paulo.

Redação |

Durante a fiscalização das estradas no período, entre quinta (30/4) e domingo (3/5), a Polícia Rodoviária Federal realizou 1706 testes de embriaguez e prendeu 18 motoristas que dirigiam sob efeito de álcool.

O grau mais alto registrado pelo etilômetro aconteceu num flagrante na rodovia Transbrasiliana (BR-153). O aparelho acusou 1,09 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões de um motorista que estava num Fiat Palio.

Outra característica marcante do feriado foram as mortes por atropelamento. Das seis pessoas que morreram no trânsito das rodovias federais no Estado de São Paulo, quatro foram por este motivo.

Duas pessoas morreram por atropelamento na Dutra, uma na Régis Bittencourt e uma na Fernão Dias. Segundo informações preliminares, os acidentes aconteceram por descuido dos pedestres durante a travessia e em momentos de pouca visibilidade, principalmente no amanhecer e no anoitecer.

Leia mais sobre: Dia do Trabalho

    Leia tudo sobre: dia do trabalhoestradas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG