A Embraer entregou 56 aeronaves no segundo trimestre de 2009, volume 7,69% superior ao registrado em igual período do ano passado. Com isso, a carteira de pedidos firmes da Embraer chegou a US$ 19,8 bilhões ao final de junho.

Um ano antes, a carteira somava US$ 20,7 bilhões, no maior nível da história da empresa. No primeiro semestre, a fabricante brasileira entregou 96 aeronaves, baixa de 1,03% sobre o indicado um ano atrás.

Das 56 aeronaves entregues pela Embraer entre abril e junho, 35 foram para o segmento de Aviação Comercial, 19 para o de Aviação Executiva e dois para o segmento de Defesa, segundo comunicado enviado hoje pela companhia.

No segundo trimestre de 2009, a Embraer fechou um contrato com a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM, referentes a sete pedidos firmes para o jato Embraer 190, confirmando opções contratadas no pedido original, divulgado em agosto de 2007. A holandesa tem ainda 11 opções de compra para jatos da Embraer.

A Embraer também assinou contrato com a Austral Líneas Aéreas, da Argentina, para a venda de 20 jatos modelo 190. O valor deste contrato ainda não está incluso na carteira de pedidos firmes do trimestre, ressalta a fabricante brasileira.

Em comunicado, a Embraer lembra, também, ter vendido um terceiro E-Jet - um Embraer 175 - à Fuji Dream Airlines, companhia japonesa do Grupo Suzuyo. Esta encomenda já foi incluída na carteira de pedidos firmes a entregar da Embraer do primeiro trimestre de 2009.

A empresa complementa que, entre abril e junho, entregou o primeiro jato Embraer 190 para a NIKI Luftfahrt GmbH, da Áustria, um jato 195 à Augsburg Airways, um Embraer 170 à australiana Airnorth e três jatos 175 para a TRIP Linhas Aéreas. No mesmo período, por meio da subsidiária integral ECC Leasing Company Limited, a Embraer entregou em abril o primeiro jato ERJ 145 à Passaredo Linhas Aéreas.

No segmento de Defesa, a Embraer assinou dois contratos em abril. O primeiro foi com a Força Aérea Brasileira (FAB) para o programa de desenvolvimento e fabricação da aeronave de transporte militar KC-390. Já o segundo foi um contrato para a modernização de 12 jatos da Marinha do Brasil - nove AF-1 (monoposto) e três AF-1A (biposto).

Argélia

A Embraer ganhou concorrência pública para fornecer três aeronaves à Tassili Airlines, da Argélia. O memorando de entendimento, que prevê o fornecimento do jato Embraer 190, de 100 lugares, será assinado entre hoje e amanhã. Os termos do acordo ainda serão discutidos pelas companhias e o contrato será assinado daqui a alguns meses, informou a Embraer.

A Boeing também saiu vitoriosa na concorrência e vai entregar à Tassili outras quatro aeronaves do tipo B737-800. A Embraer não divulga o valor do acerto. Contudo, segundo agências internacionais, o preço das três aeronaves fabricados pela brasileira totalizaria quase US$ 105 milhões. No total, a Tassili Airlines desembolsaria US$ 333 milhões pelos sete aviões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.