Embora negue, Lula já se movimenta para pleito 2010

Mesmo que seja sistematicamente negada pelo próprio mandatário, principalmente diante das câmeras, a hipótese de um terceiro mandato para o presidente Lula já não é tão absurda, tão ofensiva à democracia. Ao menos é o que manifestou, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o prefeito de Recife (PE), João Paulo Lima e Silva, que também é membro do Diretório Nacional do PT. Para João Paulo, a recondução de Lula ao Palácio do Planalto é a prioridade para a legenda a partir de agora até ao pleito de 2010.

Congresso em Foco |

"O terceiro mandato de Lula é o plano A; Dilma é o plano B; e o plano C é quem Lula indicar", admitiu o prefeito. Segundo João, basta que seja apresentada ¿ e aprovada no Congresso ¿ uma proposta de emenda à Constituição que possibilite a Lula entrar na disputa eleitoral à Presidência da República em 2010.

Na última quarta-feira (2), foi a vez de o vice-presidente da República, José Alencar, reforçar os rumores de um eventual terceiro mandato de Lula em entrevista à Rádio Bandeirantes. Para ele, dois fatores seriam justificáveis para que se mexa na letra da lei e altere o período de permanência de um presidente da República no comando do país: a falta de tempo para as realizações e o próprio clamor popular por Lula ¿ que goza da mais alta popularidade de um presidente desde Fernando Collor de Mello (praticamente 60% de aprovação popular, segundo a mais recente pesquisa CNI/Ibope).

Leia a íntegra no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: lulaterceiro mandato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG