Embargados 18,5 mil hectares por desmatamento no PA

A Operação Guardiões da Amazônia embargou aproximadamente 18.500 hectares de área por desmatamento no município de Altamira, no Pará, em 70 dias de atuação, segundo o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Agência Estado |

De acordo com o Ibama, foram aplicados cerca de R$ 40 milhões em multas e foram lavrados 152 autos de infração, 50 termos de apreensão e depósito e 91 termos de embargo e interdição. Além disso, 11,6 mil m³ de madeira serrada e em tora foram apreendidos nos pátios das empresas, depósitos ou por estarem sendo transportados sem documento de origem florestal.

De acordo com o coordenador da operação, Alessandro Queiroz, os responsáveis pelo desmatamento foram autuados. Com o novo Decreto Lei de nº 6.514/ 2008, as multas para o desmatamento passaram a ser maiores e mais rigorosas, passando de R$ 1,5 mil por hectare para R$ 5 mil por hectare. Entre as multas aplicadas, algumas foram por descumprimento de embargo e o risco que o infrator corre, quando reincide em um crime ambiental como este, é o de perder o que produz na terra.

A Operação Guardiões da Amazônia no município de Altamira está sendo realizada desde o dia 26 de maio deste ano e já identificou venda de madeira sem licença, depósito de madeira nativa sem a documentação emitida pelo órgão ambiental competente, impedimento da regeneração de floresta nativa, funcionamento de estabelecimentos que fazem o desdobro de madeira sem licença ou sem autorização dos órgãos ambientais competentes, entre outras ações criminosas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG