Embaixada dos EUA destaca decisão do STF no caso S.

A porta-voz da embaixada norte-americana no Brasil, Orna Blum, comentou, em nota, a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que cassou a liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello e determinou a entrega do menino S. ao pai, David Goldman.

Agência Estado |

"Reconhecemos a assistência e a cooperação do governo brasileiro em manter suas obrigações como país signatário da Convenção de Haia; desejamos tudo de bom para S. e David Goldman, e esperamos que eles possam estar novamente juntos, após cinco longos anos de separação. Esperamos continuar trabalhando com o governo brasileiro para resolver prontamente todos os outros casos referentes à Convenção de Haia ainda pendentes", afirmou ela.

Segundo a embaixada dos Estados Unidos, Goldman está otimista com a possibilidade de enfim receber o menino, mas cauteloso com a possibilidade de a família brasileira entrar com algum recurso para protelar a decisão. Os advogados de Goldman passaram a madrugada reunidos no Hotel Marriot, em Copacabana, onde ele está hospedado, para analisar essas possibilidades.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG