Em uma noite, chove no Rio o equivalente a quase um mês

Da noite de segunda-feira até a manhã desta terça choveu na região da cidade do Rio de Janeiro o equivalente a quase o total registrado na capital fluminense durante todo o mês de março.

iG São Paulo |

  • Acompanhe o trânsito no Rio de Janeiro e em São Paulo
  • Veja galeria de fotos da chuva no Rio de Janeiro
  • Você tem informações sobre a chuva? Envie ao Minha Notícia
  • Aeroporto Santos Dumont está fechado por causa da chuva
  • Aulas são suspensas no Rio de Janeiro por causa da chuva

    Futura Press
    Chuva alaga ruas do Rio de Janeiro

    Chuva alaga ruas do Rio de Janeiro

    A previsão é de chuva contínua por pelo menos mais 24 horas, mas sem a intensidade registrada durante a madrugada. A causa da forte chuva foi o encontro das primeiras massas de ar frio, conseqüência da chegada do outono, com uma massa úmida de ar, ainda resquício do verão.

    Segundo Gustavo Escobar, coordenador do grupo de previsão meteorológica do CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), choveu na cidade do Rio de Janeiro cerca de 100 mm entre segunda e terça-feira. Isso equivale a 70% o que costuma chover em um mês inteiro nesta época do ano. Escobar avalia que a repercussão da chuva se deve a dois fatores: a geografia do Estado e a presença de uma massa úmida e estável de ar.

    Essa é a primeira frente fria de maior importância que chega à região neste ano. Se chegasse no inverno, quando o ar está mais seco e frio, não teria provocado tanta precipitação. Mas ainda encontrou muito vapor de água disponível, o que facilita um volume maior de água, afirmou. A região acidentada geograficamente do Rio de Janeiro também contribui para que a chuva se concentre em determinadas regiões. O impacto da queda de água é uma na capital e outra na região serrana, disse.

    A frente fria está localizada sobre toda a região Sudeste e sobre parte do Centro-Oeste do Brasil. O tempo deve ficar chuvoso nesta terça no leste do Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro e em parte de Minas Gerais. A previsão é que a chuva seja menos forte, porém contínua, durante toda a terça. A frente fria deve começar a se deslocar para o Oceano Atlântico e as chuvas devem atingir o Espírito Sul e o litoral Sul da Bahia nos próximos dias. Não estão previstas chuvas da mesma intensidade para os próximos dias no Rio de Janeiro, embora com a continuidade das precipitações a cidade ainda deva seguir com transtornos. Em termos de volume, o pior já passou, afirmou Escobar.

    As chuvas que atingem o Rio já mataram 17 pessoas no Estado.

    Leia mais sobre: chuva

    • Leia tudo sobre: chuvario

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG