O Centro de Vigilância Sanitária prepara “operação verão” da lei antifumo. Segundo a diretora da pasta, Maria Cristina Megid, haverá reforço das blitze no litoral paulista.

“Vamos repetir o que fizemos no inverno em Campos do Jordão”, diz ela, que não descarta remanejar fiscais que atuam no interior para bares litorâneos.

O foco, porém, é reforçar a fiscalização em estabelecimentos da capital paulista, até mesmo os mais afastados do centro. Semana passada, um baile funk na zona leste da cidade foi autuado em R$ 790. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.