Em SP, Estação São Bento vira palco para dançarinos

As escadas, muretas e jardins do lado de fora da Estação São Bento, no centro de São Paulo, transformam-se em cenário para a companhia Krisztina de Châtel. Os bailarinos do grupo de dança holandês se apresentam primeiro.

Agência Estado |

Em seguida, vem a Companhia de Dança de Taubaté. Por fim, os 16 dançarinos participam do ato final. A interação, porém, não se restringe ao ambiente. O público também participa da apresentação.

A idéia de unir dançarinos brasileiros e estrangeiros foi encampada por Krisztina e pelos organizadores do Festival Conexão Internacional de Dança. Trata-se da primeira edição do evento, que ocorre no Teatro Sérgio Cardoso e reúne companhias da Argentina e da Holanda, além de grupos nacionais, como o Cisne Negro e a São Paulo Companhia de Dança.

Pela primeira vez, o grupo holandês vem ao Brasil e faz uma inédita exibição em área pública fora da Europa. Lugares nada convencionais servem de palco para a apresentação. “É uma oportunidade de mostrar a concepção de 'dança arquitetura' do nosso trabalho em outro país”, diz Paula Vasconcelos, de 42 anos, diretora de Ensaios da Krisztina de Châtel e mineira de Belo Horizonte. O grupo existe há 30 anos e reúne bailarinos de Alemanha, Itália e Portugal.

A Companhia de Dança Krisztina de Châtel e Companhia de Dança de Taubaté se apresentam hoje, às 12h15 e 13 horas, na Estação São Bento, na saída para a igreja. Amanhã, a exibição acontece às 15h e 17 horas. Gratuito. O Festival Conexão Internacional acontece no Teatro Sérgio Cardoso, na Bela Vista. Hoje, às 21h30; amanhã, às 21horas; domingo, às 18 horas. Entradas: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG