Ao menos um caso de meningite bacteriana foi registrado em Avaré, no interior de São Paulo, este ano e a morte de uma adolescente de 15 anos há duas semanas também pode ter sido causada pela doença. A cidade, a 268 quilômetros da capital, registrou desde janeiro pelo menos 14 casos de meningite - 12 delas virais.

Em todo o Estado, foram registrados 1.263 casos de meningite até agora - 462 deles, de origem bacteriana. Em 2008, houve 9.154 registros, dos quais, 3.116 bacterianas e 4.963 virais - o restante é de outras origens.

A Secretaria de Saúde de Avaré, que afasta a existência de surto, ainda aguarda os resultados dos exames para confirmar ou não que a morte tenha sido causada por meningite bacteriana. O outro paciente que contraiu a doença já está fora de perigo. “Não há um surto. São casos que ocorrem dentro da normalidade”, disse a secretária de Saúde do município, Marialva Biazon. Os casos de meningite viral são mais comuns e oferecem pouco risco aos pacientes.

A meningite é uma inflamação da meninge, membrana que recobre o cérebro e a medula espinhal. Bactérias, vírus, fungos e outros micro-organismos causam a doença. A versão bacteriana da meningite, mais aguda, é transmitida pelo meningococo, bactéria que vive no nariz e na garganta de algumas pessoas (portadores assintomáticos). Os sintomas são dor de cabeça e febre, rigidez na nuca, vômitos, manchas no corpo. A transmissão ocorre pelo contato com a saliva de uma pessoa infectada (beijo, tossem, espirro). As informações são do Jornal da Tarde .

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.