Pelo menos três pessoas ficaram feridas na manhã de hoje em Assis, no interior de São Paulo, durante um confronto entre ferroviários em greve e seguranças da empresa América Latina Logística (ALL), concessionária que administra a malha férrea no Estado. Segundo informações do boletim de ocorrência (BO), o confronto aconteceu quando cerca de 25 sindicalistas tentavam impedir a entrada de funcionários na empresa.

Os seguranças interferiram, dando início ao tumulto.

Um dos seguranças acabou sendo atingido no rosto por uma das pedras atacadas pelos grevistas, que estão parados desde ontem. Ele foi levado para o hospital com ferimentos leves. De acordo com o BO, dois sindicalistas também se feriram. Alguns grevistas também tentaram impedir que uma das composições realizasse manobras no pátio da empresa.

Segundo nota da ALL, a empresa, que detém a concessão da malha ferroviária nos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, informou que "permanece aberta ao diálogo para a formalização dos acordos coletivos ainda pendentes, que geraram manifestações em pontos da malha paulista e do Mato Grosso do Sul".

Ainda de acordo com o comunicado, "já foram formalizados acordos coletivos para cerca de 70% da base dos empregados e a empresa aguarda uma resposta dos sindicatos dos referidos locais a fim de resolver o impasse e concretizar a totalidade dos acordos". Para dar vazão aos carregamentos e evitar impacto na movimentação ferroviária de cargas na região, a empresa poderá utilizar sua base intermodal e sua estrutura de terminais alterando os fluxos de transporte, caso seja necessário. A paralisação afeta o transporte de produtos agrícolas da Baixada Santista até o Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.