Em São Paulo, CET aplica 436 multas no 1º dia de regra da Zona Azul

SÃO PAULO - No dia em que começaram a valer as novas regras de estacionamento nas regiões do Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo, e da 25 de Março, no centro, os fiscais da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) aplicaram 436 multas até o início da noite.

Agência Estado |

Segundo balanço parcial da companhia, até as 17 horas desta quarta-feira, foram registradas 198 autuações no Itaim. No centro, os agentes aplicaram 238 multas e guincharam 76 veículos.

Mas em pelo menos duas ruas do Itaim Bibi o corte de vagas de Zona Azul não fez diferença. Caçambas de entulho e a falta de uma nova sinalização impediram que os motoristas trafegassem na nova faixa. Para desafogar o trânsito na região e melhorar a fluidez nas avenidas e na Marginal do Pinheiros, a CET resolveu extinguir 208 vagas de Zona Azul.

Na Rua da Mata, a faixa da esquerda, que deveria estar liberada ao tráfego, virou estacionamento de caçamba para entulho. Uma fila com cinco delas ocupava o espaço, que antes era Zona Azul.

Já num trecho da Rua Pedroso de Alvarenga faltou pintar a sinalização no chão que delimita a terceira faixa. Antes da mudança, duas das quatro faixas da Pedroso ficavam comprometidas com a Zona Azul. Agora, que uma delas foi liberada, os carros poderiam circular em três faixas, mas continuam ocupando o mesmo espaço de antes.

A CET apagou a pintura que delimitava o estacionamento na Zona Azul, mas não pintou a nova faixa. Em nota, disse que pediu à Limpurb a remoção das caçambas e que a terceira faixa da Pedroso não foi implantada para facilitar embarque e desembarque. Nas outras 15 vias do Itaim Bibi também ganharam novas regras de estacionamento.

Centro -

As medidas também começaram a valer na região da 25 de Março. Quatro ruas tiveram o estacionamento proibido, como a Rua Carlos de Souza Nazaré e no lado ímpar da Rua Barão de Duprat.

A CET aumentou o número de vagas de Zona Azul de 360 para 520 e criou um bolsão para motos com 120 vagas exclusivas. Um deles fica na Rua da Cantareira, em frente ao Mercado Municipal. Para coibir o furto de placas de trânsito na região, a companhia também adotou uma nova sinalização, com suporte mais alto. Em média, a CET tem de recolocar 300 placas por ano. As informações são do " Jornal da Tarde".

Leia mais sobre: multas

    Leia tudo sobre: multa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG