Em sabatina, Soninha defende descriminalizar maconha

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, disse hoje em sabatina promovida pelo Grupo Estado que mantém sua opinião a favor de uma mudança na lei para descriminalizar o uso da maconha no País, como forma de combater a criminalidade do tráfico de drogas. E minimizou os impactos negativos para os usuários.

Agência Estado |

"A maioria das pessoas que fuma (maconha) exerce normalmente suas atividades sociais."

Soninha chegou a ser demitida da TV Cultura, em 2001, depois de admitir a uma revista que fumava maconha. "Não fumo há muito tempo, mas isso não muda minha opinião", afirmou hoje. "Continuo defendendo a descriminalização. Mantenho minha opinião." Soninha admitiu que o episódio da revista lhe rende comentários desagradáveis até hoje. E contou que só admitiu à revista fumar "no contexto de uma discussão muito séria sobre a lei de criminalização da maconha". "A edição do meu depoimento na matéria foi bastante razoável, mas a capa foi desastrosa, sensacionalista."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG