Em reforma, Teatro Municipal do Rio faz visitas guiadas

Iniciadas há 8 meses, as obras de restauração do Teatro Municipal do Rio, que completa 100 anos em julho, devem ir até o fim de novembro, prevê a diretora Carla Camurati. São 320 operários trabalhando.

Agência Estado |

Desde o dia 28, visitantes podem acompanhá-los em ação. O passeio, que pode ser agendado pelo telefone (21-2332-9191) e é guiado por monitoras, começa pelo prédio anexo, onde há uma apresentação do contexto em que a construção foi erigida, em 1909.

No prédio principal, o tour é iniciado pelo palco, onde serão trocadas as varas cênicas (estruturas que fazem as trocas de cenários). As pontes, de fabricação inglesa e originais, estão sendo revistas. No fosso e na área da plateia, altos andaimes chegam até o teto da sala de espetáculos. As poltronas foram retiradas e ganharão cobertura nova. Nos corredores e no foyer, o piso de mosaico está protegido por placas de madeira. A escadaria de mármore de Carrara, com corrimões em ônix verde, está protegida por espumas.

O público que faz a visita tem a oportunidade de entrar nos camarins e ver de pertinho figurinos de espetáculos que marcaram os 100 anos do Municipal: as óperas "A Viúva Alegre", "A Flauta Mágica" e "O Morcego" e os balés "Copélia", "O Quebra-Nozes" e "O Lago dos Cisnes". O trabalho está orçado em R$ 55 milhões (são oito patrocinadores). De acordo com Carla Camurati, o atraso de quatro meses nas obras (elas terminariam em julho, para uma grande festa pelo centenário) se deu porque, iniciado o processo, descobriu-se a necessidade de mais reparos, principalmente na sala de espetáculos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: teatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG