Em raro caso de compatibilidade, mulher doa rim para irmão adotivo em BH

BELO HORIZONTE - Uma feliz e rara coincidência salvou a vida de um paciente em Belo Horizonte, Minas Gerais. Giovanni, cujo sobrenome não foi divulgado, precisava de um rim e descobriu que sua irmã Maria Imaculada era compatível. O detalhe: ele é filho adotivo.

Redação |

Giovanni foi adotado recém-nascido e ainda na infância perdeu um rim. "Acompanhei com exames que o outro rim estava alterando", afirma.

Depois de sessões de hemodiálise e de entrar na fila de espera por  um órgão, os médicos constataram que Maria Imaculada era compatível e podia ser doadora. "Você tem que ajudar a salvar vidas, que é muito bom", afirmou ela, que se recupera da cirurgia ao lado do irmão adotivo.

"Hoje sou irmão adotivo e biológio porque o sangue dela está em mim", brincou Giovanni.

Assista ao vídeo:

Leia mais sobre: doação de órgãos

Leia também

    Leia tudo sobre: doação de órgãosrim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG