Senado decide extinguir 500 cargos vagos da Casa" / Senado decide extinguir 500 cargos vagos da Casa" /

Em plenário, Sarney corrige número de vagas não ocupadas extintas

Na tarde desta quinta-feira, o presidente do Senado, José Sarney, corrigiu para cima os números dados mais cedo pelos membros da Mesa Diretora sobre a extinção de vagas não ocupadas na estrutura da Casa. Os números subiram de 500 para 511 cargos efetivos - gerados por concurso público ¿ que não estavam ocupados e deixaram de existir. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/09/24/sarney+pretende+extinguir+500+cargos+no+senado++8620930.html target=_topSenado decide extinguir 500 cargos vagos da Casa

Camila Campanerut, repórter em Brasília |

Mais cedo, o primeiro-secretário da Casa, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), disse que a ação não prejudicaria os funcionários. "Não teremos demissão. Estamos num processo de enxugamento do Senado. Queremos apenas evitar que [os cargos] sejam preenchidos no futuro", disse.

O senador no entanto não soube informar o quanto será economizado com a adoção da medida.

Outra correção de números feita pelo presidente do Senado se refere a uma nova medida definida durante a reunião da Mesa Diretora. Segundo o peemedebista, o requerimento dos líderes partidários, feito por meio de abaixo-assinado foi atendido.

O documento permite que os membros da Mesa Diretora e os líderes de cada partido possam remanejar para os Estados, onde têm suas bases eleitorais, três funcionários dos gabinetes deles em Brasília.

Anteriormente, o primeiro¿secretário da Casa, Heráclito Fortes (DEM- PI), anunciou que o número de funcionários eram dois. Na sequencia, o líder do DEM no Senado, José Agripino (RN), pediu a palavra e expressou indignação com a notícia. Não fui consultado e não concordo.

    Leia tudo sobre: sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG