engolir as palavras - Brasil - iG" /

Em plenário, Collor diz para Simon engolir as palavras

O ex-presidente da República e senador por Alagoas Fernando Collor (PTB) reagiu hoje ao discurso do colega Pedro Simon (PMDB-RS), quando o parlamentar gaúcho mencionou um episódio da trajetória política do alagoano. São palavras que eu quero que o senhor as engula, disse Collor, ameaçando, em seguida, relembrar fatos extremamente incômodos para Simon.

Agência Estado |

No discurso, Simon pediu a renúncia do senador José Sarney (PMDB-AP) ao cargo de presidente da Casa e criticou o líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), ao afirmar que o líder sempre defende quem está no governo, "independentemente de quem seja."

Simon citou uma reunião que teria acontecido em 1989, na China, entre Renan e Collor, quando teria sido acertada a candidatura do senador por Alagoas à presidência da República. Collor pediu a palavra e afirmou que tal reunião era "invencionice", "fruto da imaginação de alguns estelionatários". "São palavras em relação a mim e as minhas relações políticas, são palavras que eu não aceito. E são palavras que eu quero que o senhor as engula e as digira como julgar conveniente", disse Collor. "As minhas relações com o senador Renan Calheiros são relações conhecidas e são relações pelas quais eu nunca me arrependi."

Ofegante e irritado, Collor afirmou que, da próxima vez que o senador Simon tocar em seu nome num discurso, relatará fatos que seriam "extremamente incômodos" para o peemedebista. "A próxima vez que tiver que pronunciar o nome de Vossa Excelência, eu gostaria de relembrar alguns fatos, alguns momentos, talvez extremamente incômodos a Vossa Excelência", disse o ex-presidente.

Apesar de Simon insistir para que identificasse os fatos a que se referia, Collor preferiu se calar. "Não falarei. Falarei quando eu quiser e achar oportuno. Peço apenas que Vossa Excelência, senador Pedro Simon, respeite os seus colegas, dentre os quais eu me incluo." Após as declarações de Collor, Simon voltou a pedir a renúncia de Sarney da presidência do Senado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG