Em Pernambuco, 21 pessoas são presas durante operação contra quadrilha

As Polícias Militar e Civil de Pernambuco realizaram nesta quarta-feira a operação Fogo Cruzado, cujo objetivo é prender um grupo de acusados de roubo, formação de quadrilha, homicídio, furtos e tráfico de drogas. De acordo com a polícia, foram expedidos 21 mandados de prisão preventiva e 18 prisões foram efetuadas. Além destes mandados, outras três pessoas foram presas em flagrante, resultando em um total de 21 detidos. Três suspeitos ainda seguem foragidos.

Redação |

Há a suspeita de que a quadrilha possua ramificações em Alagoas, onde a polícia crê que estejam os três presos foragidos. Um deles é Alex Costa Faria de Lima, filho de um delegado da cidade de Marechal Deodoro, no Alagoas, onde ele é procurado e responde por homicídio.

AE
A polícia prendeu 21 pessoas na operação "Fogo Cruzado"

As investigações começaram em maio de 2008, por causa de um crime de extorsão seguido de sequestro, onde atuou o Grupo de Operações Especiais. Quando foi descoberto o envolvimento dos criminosos em roubos e furtos, a delegacia dessa área também entrou na investigação, para fazer o cruzamento de informações.

Um policial foi preso nesta quarta. Hilton de Oliveira Melo Junior tem 30 anos e é soldado da Polícia Militar. Ele foi autuado por comércio ilegal de arma de fogo e posse de munição de uso restrito.

Foram apreendidos durante a ação da polícia armas, drogas e munições, algumas de uso restrito das Forças Armadas.


Leia mais sobre: roubos

    Leia tudo sobre: operaçãopernambucoroubo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG