Em nota, Sarney diz que fundação deve ser fechada

BRASÍLIA - O presidente do Senado, senador José Sarney (PMDB-AP), explicou por meio de nota que o fechamento da fundação que leva seu nome é uma saída para os problemas financeiros que a entidade enfrenta. Ele destaca que esta é uma opinião pessoal diante da fuga de doadores.

Sarah Barros, iG Brasília |


Sobre a extinção da Fundação José Sarney, maior espaço cultural do Maranhão e um dos maiores do Norte e Nordeste, explicito, com profundo sofrimento, que essa é a minha opinião, em face da impossibilidade de seu funcionamento, por falta de meios, diz.

Agência Senado
Sarney
O presidente do Senado, José Sarney
Mais cedo, a assessoria do senador havia informado que a fundação fecharia as portas por decisão do Conselho Curador. Em nota, Sarney afirma que a decisão ainda depende de avaliação do conselho. Diante dessa situação de força maior, repito, com grande amargura, que o seu fechamento é o caminho a seguir, embora tal providência, dependa de decisão do Conselho Curador da Fundação, obedecendo os trâmites previstos no Código do Processo Civil, afirma em nota.

Segundo Sarney, os administradores da entidade lhe informaram que doadores ligados à entidade suspenderam suas contribuições, pela exposição que a instituição sofreu com a divulgação de denúncias de desvio de recursos públicos. O Ministério Público investiga a utilização de recursos de patrocínio da Petrobras para aplicações financeiras em lugar da destinação a projetos culturais. Também são investigados desvios para empresas fantasmas ou de propriedade da família Sarney.

A fundação foi criada para cuidar de acervo de documentos relacionados ao período em que Sarney foi presidente da República.

Leia mais sobre:


Leia mais sobre
fundação Sarney

    Leia tudo sobre: doaçãofundação sarneysarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG