Em nota, promotor nega quebra de sigilo do caso Isabella

SÃO PAULO - O promotor responsável pelo caso da morte de Isabella Nardoni. Francisco Cembranelli, afirmou em nota divulgada nesta terça-feira que praticamente todos os fatos do inquérito policial foram amplamente divulgados pela imprensa nacional, seja antes ou depois da decretação judicial do sigilo.

Redação |

Veja a nota na íntegra:

"Em relação ao r. despacho de lavra do Dr. Maurício Fossen, Juiz de Direito em exercício no 2º Tribunal do Júri da Capital, no qual "fica levantado o SIGILO" nos autos Nº 274/2008, esclareço que:

1- praticamente TODOS os fatos que constam e são investigados no inquérito policial foram amplamente divulgados pela imprensa nacional, seja antes ou depois da decretação judicial do sigilo,  sendo de domínio público e impossíveis de serem apagados da mente da chocada sociedade brasileira.

2- meu único, firme e inabalável propósito continua o mesmo: apurar devidamente, por meio de criteriosa investigação policial que vem sendo desenvolvida, a quem cabe a responsabilidade criminal pela trágica morte da criança Isabella de Oliveira Nardoni.

Sem mais,

Francisco J. T. Cembranelli
   Promotor de Justiça
   II Tribunal do Júri "

O sigilo

Nesta segunda-feira,  o juiz Mauricio Fossem, do Tribunal de Santana, determinou que fosse suspenso o sigilo sobre as investigações do caso Isabella.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça (TJ), o promotor e os delegados responsáveis pelo caso já estariam expondo detalhes da investigação, não tendo necessidade, portanto, de sigilo.

O delegado Calixto Calil Filho, responsável pela investigação policial decidiu, no entanto, manter o sigilo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Justiça deixou a cargo da Polícia Civil manter o sigilo ou não e o delegado, baseado no artigo 20 do Código Penal, decidiu por manter seus procedimentos em segredo.

Leia mais sobre: caso Isabella

    Leia tudo sobre: caso isabella

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG