saída dos delegados responsáveis pela Operação Satiagraha, Protógenes Queiroz e Karina Murakami. Na nota, a PF lamentou a ¿distorção dos fatos¿ e disse reafirmar seu ¿compromisso perante a sociedade brasileira¿." / distorção dos fatos na saída dos delegados da Satiagraha - Brasil - iG" / saída dos delegados responsáveis pela Operação Satiagraha, Protógenes Queiroz e Karina Murakami. Na nota, a PF lamentou a ¿distorção dos fatos¿ e disse reafirmar seu ¿compromisso perante a sociedade brasileira¿." /

Em nota, PF lamenta distorção dos fatos na saída dos delegados da Satiagraha

BRASÍLIA - O departamento de Polícia Federal (PF) divulgou uma nota, nesta quinta-feira, sobre a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/15/delegado_que_investiga_operacao_satiagraha_se_afasta_temporariamente_do_cargo_1445659.htmlsaída dos delegados responsáveis pela Operação Satiagraha, Protógenes Queiroz e Karina Murakami. Na nota, a PF lamentou a ¿distorção dos fatos¿ e disse reafirmar seu ¿compromisso perante a sociedade brasileira¿.

Redação |


Segundo a nota, o delegado Protógenes Queiroz entrou no dia 13 de maio com pedido para que fosse matriculado no Curso Superior de Polícia, voltado para o aperfeiçoamento e a atualização dos profissionais, e no dia 20 de maio, a Justiça determinou a matrícula e freqüência do delegado no curso.

AE
Queiroz pediu afastamento da Polícia Federal

No dia 14 de julho, o diretor de Combate ao Crime Organizado, Roberto Ciciliati Troncon Filho, o chefe da Divisão de Combate aos Crimes Financeiros, Paulo de Tarso Teixeira, o superintendente da PF em São Paulo, Leandro Daiello Coimbra, e a equipe responsável pela Operação Satiagraha se reuniram para avaliar as próximas etapas da investigação da operação. A nota ainda informa que tal reunião teria sido gravada, com autorização dos participantes.


Na reunião do dia 14, o delegado Queiroz teria exposto sua situação com o curso e dito que poderia cuidar dos inquéritos policiais aos sábados e domingos, idéia que não teria sido acatada pelos outros diretores pois a tal procedimento quebraria, entre outras, a regra de dedicação exclusiva exigida de todos os participantes na fase presencial.

Diante da decisão de seus companheiros, o delegado Queiroz teria se comprometido com o inquérito até o dia 18 de julho e expressado a vontade de não mais atuar nos inquéritos após a conclusão do curso.

Depois da reunião, a delegada Karina Murakami ainda teria manifestado o desejo de não continuar a frente do inquérito de sua responsabilidade.por razões pessoais. Foram, então, designados os delegados Ricardo Saadi e Érika Mialik Marena para o caso.

A PF informou, também, que irá informar em detalhes estes fatos ao procurador do caso e ao juiz Fausto de Sanctis.

Leia também:

Leia mais sobre: Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG