Em nota, apoiadores de Tião criticam susposto acordo de bastidores no Senado

BRASÍLIA - Os partidos que apoiam a candidatura do senador Tião Viana (PT-AC) à presidência do Senado divulgaram uma nota criticando um suposto acordo de bastidores que está sendo feito para a distribuição de cargos em comissões e na Mesa Diretora da Casa. O documento, além de reiterar o apoio a Viana, garante que o petista vai respeitar a proporcionalidade dos partidos no Senado e distribuir as vagas de acordo com o tamanho das bancadas.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

"Repelimos, ao reiterar este apoio, acordos de bastidores sem a participação de todos os partidos para a distribuição de cargos ao arrepio da lei e da tradição desta Casa", diz a nota.

Além de reforçar o apoio dos partidos a Tião, a nota também tem por objetivo acabar com intrigas que estão sendo feitas sobre a candidatura petista. De acordo com um dos integrantes de sua campanha, aliados do senador José Sarney (PMDB-AP) estariam dizendo a senadores que Tião está prometendo a presidência de uma mesma comissão para mais de um parlamentar.

Por isso a nota cita o texto Constitucional, que assegura a divisão das comissões permanentes de acordo com o tamanho das bancadas. "A Constituição e o Regimento Interno são claros e consagram a prática adotada por esta Casa. Diz o art. 58, § 1º da Constituição Federal: 'Na constituição das Mesas e de cada Comissão, é assegurada, tanto quanto possível, a representação proporcional dos partidos ou dos blocos parlamentares que participam da respectiva Casa'", diz o documento.

A nota é assinada pelos líderes do PR, PSB, PRB, PDT e PT.

Leia também:

Leia mais sobre: eleições no Congresso


    Leia tudo sobre: eleições no congresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG