Em Minas, quadrilha organizava sequestros de dentro do presídio

Gerentes de banco e seus familiares eram as principais vítimas dos bandidos

Denise Motta, iG Minas Gerais |

A Polícia Civil de Minas Gerais desarticulou uma quadrilha que comandava sequestros de dentro de uma penitenciária em Belo Horizonte. Dos seis integrantes da quadrilha, três foram presos após investigação policial. Os crimes eram organizados a partir da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande Belo Horizonte.

A quadrilha esteve envolvida no sequestro de um gerente do Banco do Brasil na última segunda-feira. Em São Joaquim de Bicas, na Grande BH, o gerente e sua família foram mantidos reféns por mais de 12 horas.

Um detento da penitenciária seria o articulador dos crimes. Ele teria enviado ordens para comparsas fora do presídio, mas um foi preso e denunciou os demais integrantes. Um ex-militar da Aeronáutica também estaria envolvido.

A assessoria de Imprensa da Polícia Civil informou que a investigação sobre a quadrilha ainda está em curso, assim como a forma como o presidiário se comunicava com os seus comparsas fora do local.

    Leia tudo sobre: Minas GeraisContagemBelo Horizontesequestrospresídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG