As cidades de Arcos e Ituiutaba, no interior de Minas Gerais, instituíram a cobrança de multa dos proprietários de imóveis com focos de Aedes aegypti, transmissor da dengue. Em Arcos, onde o número de infectados pode chegar a 1,5 mil, a prefeitura baixou um decreto de emergência.

A multa é de R$ 211,68. Em Ituiutaba, a cobrança varia entre R$ 90 e R$ 360, de acordo com o número de focos. Reincidentes pagam um adicional de R$ 250. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.