Em MG, Aécio quer ligar eleição de vice à continuidade

Como parte da ofensiva para eleger seu vice, Antônio Anastasia, o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), pediu hoje aos aliados que a partir de agora passem a tratar sua gestão como o governo Aécio/Anastasia. O tucano voltou a classificar a virtual candidatura do vice como a continuidade do seu governo e alertou que Minas não pode voltar ao passado.

Agência Estado |

"A partir de agora, não existe em Minas Gerais governo Aécio, existe governo Aécio/Anastasia", disse, encerrando seu discurso durante a solenidade de posse de quatro novos secretários estaduais, no Palácio da Liberdade.

O governador mineiro discutiu pela manhã com o vice a agenda de dezenas viagens pelo interior do Estado até sua desincompatibilização, no fim de março. Amanhã, eles visitam as cidades de Jequitinhonha e Cláudio.

No primeiro compromisso, o governador fará a ligação de energia elétrica em uma residência do Assentamento Transval, simbolizando duas etapas do programa Energia Rural - Luz para Todos, com investimentos de R$ 9,3 milhões até o fim do ano.
Aécio disse que deverá anunciar a ampliação, para municípios do Vale do Jequitinhonha, do Projeto Conviver da Companhia Energética do Estado (Cemig), que consiste na doação e substituição de geladeiras para famílias carentes. Até o momento, conforme a Cemig, o programa abrange apenas municípios da região metropolitana de Belo Horizonte.

Em Cláudio - onde a família do governador possui uma fazenda -, Aécio e o vice inauguram uma subestação de energia da companhia energética.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG