Em meio à crise, Playboy busca mulher mais sexy de Wall Street

NOVA YORK ¿ Aproveitando-se da crise econômica que abala os Estados Unidos, a edição norte-americana da revista Playboy anunciou que buscará a mulher mais sexy de Wall Street.

Agência Ansa |

Não é a primeira vez que a revista quer fotografar as mais mulheres mais bonitas de uma empresa ou de um setor que está em crise. O mesmo aconteceu em 2002, com ex-funcionárias da Enron e da WorldCom, duas gigantes norte-americanas que haviam quebrado em meio a escândalos de corrupção meses antes.

Crise também inspirou a revista em 2002, em uma edição especial
dedicada a ex-funcionárias da falida Enron / Getty Images

A idéia de fotografar as belas de Wall Street também não é inédita. Em agosto de 1989, a revista tinha já feito um ensaio com mulheres que trabalhavam no coração financeiro da América.

Para participar dessa nova seleção, as concorrentes, além de serem bonitas e estarem dispostas a fazer o ensaio, devem trabalhar (ou terem trabalhado recentemente) em uma instituição financeira.

O vice-presidente da revista e responsável pelas fotografias, Gary Cole, explica que, "considerando o atual clima econômico, a intenção é que Wall Street possa assim reencontrar o sorriso, ao menos por um momento".

Leia mais sobre: Playboy

    Leia tudo sobre: playboy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG