A pressão por parte de alguns parlamentares para aumentar o valor das emendas individuais na proposta do orçamento de 2009 deixou de ser mera especulação. Das 46 emendas apresentadas pelos congressistas ao relatório preliminar do projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA 2009), dez exigem o aumento. Desse total, cinco parlamentares pedem a mudança de R$ 8 milhões para R$ 12 milhões. Outros cinco querem um aumento menor, para R$ 10 milhões.

Caso a primeira proposta preveleça, o impacto no orçamento da União, gerado com as emendas individuais dos 594 congressistas, passaria do atuais R$ 4,7 bilhões para R$ 7,1 bilhões. O parecer preliminar deve ser votado amanhã (29) na Comissão Mista do Orçamento (CMO). De acordo com as atuais regras, cada parlamentar tem o direito a apresentar 25 emendas no valor total de R$ 8 milhões.

Leia mais no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.