Em inauguração com Lula no Rio, público pede Dilma ou 3º mandato

RIO DE JANEIRO - Durante a inauguração de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na favela de Manguinhos, zona norte do Rio de Janeiro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ouviu da plateia gritos de apoio ao terceiro mandato e à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata à sucessão do presidente em 2010. O público, formado por cerca de mil moradores da comunidade, entoou coros os coros Fica, fica, fica (Lula) e Dilma, Dilma, Dilma.

Redação com Reuters |

"Espero que a profecia que diz que a voz do povo é a voz de Deus esteja correta", disse Lula, em resposta aos gritos da plateia.

Divulgação
Lula bate pênalti em gol defendido pelo governador Sérgio Cabral
Mais cedo, o presidente Lula afirmou em seu discurso que estava cansado dos pedidos por mais recursos vindos do governador do Rio, Sergio Cabral Filho (PMDB), e do vice-governador, Luis Fernando Pezão.

"Ele e o Pezão, quando vão a Brasília, eu estou fechando a minha sala e estou dizendo não estou mais lá, só volto em dezembro de 2010 entregar o mandato para outra pessoa", disse Lula.

Dilma também agradeceu o apoio popular. "Gostaria de agradecer a solidariedade e a força que vocês têm me dado", disse.

AE
Lula abraça Sérgio Cabral após cobrança de pênalti em quadra em Manguinhos

O presidente Lula reiterou que as famílias mais pobres são prioridade no seu governo devido ao descaso de governos anteriores. Lula afirmou que as obras que estão sendo realizadas no país mostram que o Brasil pode mudar para melhor.

"Esse País pode ser diferente se a gente aprender a não eleger mais vigaristas. Tem que eleger pessoas com compromisso com o povo e que não tenham medo de pegar na mão de um pobre ou abraçar um negro".

Obras

Lula participou da inauguração das primeiras grandes obras do PAC no Rio. Pela manhã ele esteve no Complexo de Favelas de Manguinhos, onde foram entregues quatro novas instalações. Vão ser abertos ao público o Centro Vocacional Tecnológico, que oferecerá vagas a 1.500 alunos, em 17 cursos profissionalizantes, um parque aquático com duas piscinas e ginásio esportivo, uma super Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com serviços de saúde 24 horas, e um Posto de Orientação Urbanística e Social (Pouso) para controlar a expansão e a construção de imóveis na comunidade.

Às 15h, o presidente inaugura mais um conjunto de obras, desta vez no Complexo do Alemão. Ali vão ser entregues 56 apartamentos - com dois quartos e 58 metros quadrados - e aberto o Centro de Geração de Renda, destinado a facilitar a contratação dos trabalhadores por empresas interessadas, além de abrigar instalações para micro-crédito, incubadora de novos negócios e serviços de apoio.

Leia mais sobre: Lula

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG