Em greve, funcionários dos Correios se reúnem em SP

Cerca de 400 funcionários dos Correios, em greve desde as 22 horas de ontem, estão reunidos na Rua Jaguaré Mirim, junto com a Rua Gastão Vidigal, no Jaguaré, zona oeste de São Paulo. No País, 28 dos 35 sindicatos de funcionários dos Correios decidiram ontem entrar em greve a partir da zero hora de hoje, por tempo indeterminado.

Agência Estado |

A decisão, confirmada há pouco pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios (Fentect) foi tomada em assembleias da categoria, realizadas ontem à noite.

Os grevistas pedem recomposição de 41% de perdas salariais e aumento linear de R$ 300 sobre o piso da categoria, que é de R$ 640. Ontem, os Correios chegaram a fechar uma proposta com os sindicatos, de aumento de 9% e um acréscimo de R$ 100 sobre o piso salarial. Mas o Ministério do Planejamento vetou a proposta.

As estimativas até ontem à noite eram de que 70% dos 109 mil funcionários dos correios devem aderir à paralisação, incluindo São Paulo. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos não decidiu até o momento se paralisa os serviços de entrega com hora marcada, como o Sedex 10.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG