O deputado José Edmar (PR-DF), em greve de fome nas dependências da Câmara desde segunda-feira (20), foi solenemente ignorado por seus pares nesta quarta-feira (22). E passou mal.

Em meio à intensa repercussão sobre o uso de passagens aéreas por deputados e senadores, nenhum deputado deu atenção à causa do colega: a tramitação de projeto de autoria de Edmar que cria o Imposto Único Federal, em substituição ao Imposto de Renda e ao Imposto sobre Produtos Industrializados.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.