Em gesto recíproco, Honduras exige visto de brasileiros

O governo golpista de Honduras suspendeu hoje um acordo que liberava os brasileiros da necessidade de visto para entrar no país. A decisão vem à tona um dia depois de o Brasil ter anunciado que os hondurenhos que quiserem ingressar no país precisarão agora de vistos.

Agência Estado |

Por meio de um comunicado, a chancelaria hondurenha informou que Tegucigalpa "aplica o princípio da estrita reciprocidade ao suspender os acordos sobre a isenção de vistos comuns, diplomáticos, oficiais ou de serviço com o Brasil".

Ainda de acordo com a nota, "todo portador de passaporte brasileiro, a partir de hoje, precisará de visto para entrar em Honduras". A medida não afeta os brasileiros que residem legalmente em Honduras. A suspensão pelo lado brasileiro também não afeta os hondurenhos com situação regularizada no Brasil. Brasília suspendeu o acordo com Honduras em cumprimento a resoluções da Organização dos Estados Americanos (OEA) e das Nações Unidas para que não seja reconhecido o governo instalado depois do golpe militar que resultou na deposição, em 28 de junho, do presidente democraticamente eleito Manuel Zelaya.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG