Em tom bem-humorado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou a importância do Brasil hoje no mundo, o espaço que conquistou e o respeito que o País adquiriu no exterior. Não é porque sou mais bonito do que os que vieram antes de mim.

É porque eu aprendi a não abaixar a cabeça para ninguém. É para conversar olho no olho", afirmou o presidente, em discurso na inauguração da barragem do Ribeirão João Leite, em Goiânia.

"Antes tudo dos outros era melhor. Hoje acabou. Nós trouxemos as Olimpíadas para cá, a Copa (do Mundo) e diziam que a gente não podia fazer isso. Não posso por quê? Por que sou pobre? Quem fala isso é gente que joga para trás o tempo inteiro. Parece caranguejo. Perderam a noção do que é uma Olimpíada e uma Copa. Só não posso garantir que vamos ganhar. Vamos prometer sim fazer a melhor Copa", disse o presidente.

Segundo ele, antes, até porteiro do Fundo Monetário Internacional (FMI) fazia exigência para o Brasil. "Era humilhante", lembrou o presidente, que comemorou em seguida o fato de o País, hoje, participar de grupos importantes com outros países, como o G-20. "Não tem país mais preparado para encontrar o Ponto G do que o Brasil, por causa da relação que nós temos com o povo brasileiro", brincou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.