Em dia de protesto, São Paulo chega a 172 km de congestionamento

Um protesto de professores e funcionários da rede pública estadual de ensino, iniciado na avenida Paulista, provocou pontos de lentidão em várias partes da capital paulista na tarde desta sexta-feira.

iG São Paulo |

Perto das 18h, quando os manifestantes estavam na avenida Consolação, no centro, São Paulo registrava 143 quilômetros de congestionamento. Às 19h, o índice já era de 172 quilômetros e, às 20h, de 124 quilômetros.

Só no centro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 21 quilômetros de lentidão no final da tarde. Na zona Oeste a situação era ainda pior, com 37 km quilômetros.

Segundo a Polícia Militar, 8 mil pessoas participam da manifestação, iniciada no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo (Apeoesp) afirma que 40 mil estão no local. O iG apurou, no entanto, que o número seria de 20 mil pessoas.

Em razão da manifestação, a SPTrans desviou 28 linhas de ônibus na região. Na avenida Paulista circulam 250 coletivos por hora.

Os ônibus que seguiam em sentido Consolação faziam desvios pela rua Teixeira da Silva. Para as linhas no sentido Paraíso, o desvio era feito nas vias Peixoto Gomide, alameda Santos e avenida Brigadeiro Luis Antônio.

Leia mais sobre a manifestação dos professores .

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG