BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, deu ¿um pito¿ nos deputados da Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (1), onde foi convidado a falar sobre os problemas envolvendo a demarcação das reservas e terras indígenas.


Após ouvir diversas críticas dos parlamentares sobre a inércia do governo nesse tema, Jobim questionou: Será que vocês querem mesmo resolver o assunto?, provocou.

E seguiu: Se querem votar mesmo, peguem os 18 projetos de lei que estão engavetados aqui sobre o assunto e imponham essa pauta aos líderes. Mas não transfiram para outros poderes (Executivo e Judiciário) a responsabilidade de elaborar soluções, disse.

Nelson Jobim, que já foi duas vezes deputado federal, argumentou que cabe aos parlamentares negociar e discutir as questões polêmicas; mas, que apesar disso, os políticos têm evitado os enfrentamentos no Legislativo. "Vocês estão entregando a responsabilidade de produzir leis".

"Me desculpem, mas acho que essas sessões (audiências públicas) não resolvem nada, viram catarses individuais; não geram soluções definitivas", completou o ministro.

Antes da bronca, vários parlamentares haviam criticado a atuação do governo, considerada paternalista em relação aos índios. "Estamos assustados; o governo está catatônico", apontou Ronaldo Caiado (DEM-GO), antes do puxão de orelha coletivo.

Leia mais sobre: Nelson Jobim

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.