Em apenas 12 dias, SP registrou 196 alagamentos

Em apenas 12 dias, o número de alagamentos na cidade de São Paulo foi 42% maior do que em todo o mês de dezembro do ano passado. Houve 196 locais alagados em dezembro deste ano, ante 137 trechos no mesmo período de 2008.

Agência Estado |

As informações constam de um relatório de atividades do Centro de Controle de Emergências (CGE), órgão da administração municipal responsável pelo monitoramento das condições climáticas.

Esse documento apresenta um mapa das áreas mais críticas da cidade. São apontados, ao todo, 463 trechos que alagam durante o período de chuvas intensas na capital, que vai de novembro a meados de abril, ocasião em que é deflagrado o Plano Preventivo de Defesa Civil. Desses, 51 pontos são os mais problemáticos. Nove deles estão distribuídos entre as Marginais do Pinheiros e do Tietê, e provocaram interdições há uma semana, quando a cidade parou por causa da enchente. Só naquele dia foram registrados 124 alagamentos, dos quais 26 intransitáveis.

Uma das explicações para o aumento do número de alagamentos, segundo a Prefeitura, é o fato de que as chuvas estão mais intensas. Em dezembro de 2008, a precipitação sobre a capital foi de 123,6 milímetros. Até o dia 13 deste ano, houve 154,3 milímetros no mês. "É fato que em menos tempo choveu em maior quantidade", afirma o engenheiro hidráulico Júlio Cerqueira Cesar. "Mas a Prefeitura deveria limpar muito mais bocas de lobo e galerias."

Procurada, a Prefeitura afirma que as ações antienchente realizadas são "corretas" e responsabilizou a população pelo lixo jogado nas ruas, que muitas vezes entope as bocas de lobo. A cidade tem 2.850 quilômetros de galerias, que levam a água das ruas para o Rio Tietê. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG