Em alta, maquiagem mineral reforça naturalidade da pele A maquiagem mineral está em alta. Antes restrita a alguns fabricantes, agora está nas prateleiras de várias marcas.

Qual a diferença para a maquiagem comum? A principal é que promete uma cobertura mais suave e delicada, que tem como resultado uma aparência mais natural.

A dermatologista Márcia Grieco, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo, explica que a maquiagem mineral é produzida, como o nome sugere, a partir de minerais que têm diversas cores, tais como: mica dourada e prateada, óxido de ferro, sais de bismuto e dióxido de titânio. "Essas matérias-primas, após trituradas, se transformam em pós finíssimos, lembrando areia colorida."

Por conta da composição, esses produtos têm vantagens se comparados aos convencionais. Segundo a dermatologista, a maquiagem mineral é indicada para todos os tipos de pele, principalmente as acneicas e oleosas. Também pode ser usada por quem tem pele sensível. "As fórmulas são isentas de óleos, conservantes,perfumes ou corantes artificiais. Não obstruem os poros e tendem a provocar menos reações alérgicas."

A médica afirma, ainda, que alguns dos minerais usados nas fórmulas têm ação antisséptica e anti-inflamatória, como o oxido de zinco. Também há aqueles que funcionam como filtros físicos contra a radiação solar, como o dióxido de titânio.

Além disso, segundo o maquiador Fernando Torquatto, o brilho da maquiagem mineral é mais sutil e, por isso, dá frescor à pele, que fica com aparência jovem. Nesse quesito, o produto que mais chama a atenção é a base, em pó. Em contato com a pele, forma uma cobertura diferenciada. "Não tem muito segredo para usá-la. Quem tem a pele muito oleosa deve limpá-la antes. Se for muito seca, é bom hidratá-la um pouquinho e esperar uns 15 minutos antes de aplicar a base", ensina.

Por ser suave, há quem diga que pode-se até dormir sem tirar a maquiagem. "Apesar das vantagens, a limpeza correta da pele é sempre indicada", alerta a dermatologista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.