Em 7o dia de confronto, polícia encontra corpos em morro do Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Policiais encontraram seis corpos no morro do Fumacê, zona oeste do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, sétimo dia de confrontos entre facções criminosas rivais e a polícia em favelas da cidade. A polícia ainda não sabia informar se as seis mortes estão relacionadas à recente onda de violência no Rio, que já matou pelo menos 33 pessoas desde sábado.

Reuters |

O foco das operações policiais nesta sexta-feira estava na favela da Vila Cruzeiro, zona norte carioca, com uma intensa troca de tiros onde acredita-se estar um dos quartéis-generais do tráfico de drogas e um grande arsenal de armas.

Lá também estaria escondido o traficante Fabiano Atanasio, que teria ordenado a invasão do Morro dos Macacos, no último sábado, que deu início aos confrontos.

A polícia tinha informações de três feridos por balas perdidas na favela. Moradores da região evitavam sair às ruas e contaram que o clima era de tensão, com veículos evitando passar nas proximidades da favela. O comércio fechou as portas no terceiro dia de operação da polícia na Vila Cruzeiro.

Os confrontos entre policiais e facções criminosas rivais tiveram início no sábado, dia em que criminosos abateram a tiros um helicóptero da Polícia Militar que dava apoio para uma operação no Morro dos Macacos, matando três policiais que estavam na aeronave.

Entre as vítimas também estão três inocentes mortos num suposto ataque de traficantes e 27 suspeitos.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG