Em 29 dias de lei seca, 61 foram levados a DPs em SP

Desde 20 de junho, quando entrou em vigor a chamada lei seca, a Polícia Militar (PM) intensificou a fiscalização nas ruas da capital paulista - até ontem, havia organizado 161 pontos de blitze, com 1.832 pessoas submetidas ao teste do bafômetro e 61 presos em flagrante.

Agência Estado |

A surpresa, para a PM, veio ao dividir os números entre as operações de junho e as realizadas neste mês: mesmo com aumento expressivo na fiscalização - 120% a mais de pessoas passaram pelo bafômetro -, o número de motoristas flagrados dirigindo embriagados continuou o mesmo.

Entre 19 e 30 de junho, as duas primeiras semanas da operação Direção Segura, 591 pessoas passaram pelo bafômetro, com 56 motoristas multados e 30 presos em flagrante. Do dia 1º de julho até anteontem, porém, foram abordadas 1.304 pessoas e, embora o número de motoristas multados tenha subido proporcionalmente (96), o número de motoristas flagrados dirigindo tendo ingerido álcool acima do limite legal permitido continuou praticamente o mesmo (31).

Para a PM, há indícios do início de uma mudança de hábito na população. "Isso quer dizer, sim, que os motoristas estão bebendo menos na capital", disse o major Ricardo de Barros, comandante do 34º Batalhão da PM, responsável pelo trânsito em São Paulo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG