SÃO PAULO - No período de 20 dias, a Polícia Federal de São Paulo anistiou 6.586 estrangeiros que moravam irregularmente na capital paulista.

O benefício está sendo concedido em obediência à lei sancionada em julho pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que permite que moradores não legalizados no País que tenham entrado entre 1998 e 1º de fevereiro de 2009 possam pedir a autorização de residência provisória.

A nacionalidade campeã em pedidos de anistia na cidade foi a paraguaia, com 805 reivindicações. A seguir vêm os peruanos, com 793; os chineses, com 705; e os bolivianos, com 648.

Até o próximo dia 2, os pedidos de mais 2.594 estrangeiros serão avaliados. Segundo a Polícia Federal, a previsão é de que mais de 70 mil estrangeiros se beneficiem da anistia na cidade até o fim do ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.