Em 20 dias, especialistas realizam 1.391 atendimentos na Amazônia

Entre os dias 10 e 30 de abril, a equipe médica da organização não-governamental (http://www.expedicionariosdasaude.

Agência Estado |

com.br/" target=_blank ONG ) Expedicionários da Saúde realizou atendimentos na Aldeia de Novo Paraíso, em São Paulo de Olivença, na Amazônia. Mesmo durante as fortes chuvas e enchentes que atingem a região, foram realizadas 1.391 atendimentos e 296 cirurgias, das quais 174 foram oftalmológicas e a 122 gerais. A ação começou antes, porém, com uma equipe responsável pela montagem da infraestrutura para os atendimentos.

Segundo o presidente da ONG Ricardo Affonso Ferreira, as pessoas viajaram por mais de 24 horas e enfrentaram enchentes para receber atendimento. Os Expedicionários da Saúde deixaram de lado a agenda do dia-a-dia pela décima terceira vez para prestar atendimento gratuito às comunidades indígenas da Amazônia. O grupo de especialistas incluiu oftalmologista, ortopedista, anestesiologista, cirurgião geral, pediatra além de enfermeiras. Este ano, o anestesiologista José Luiz Gomes do Amaral, atual presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), esteve com a equipe.

Barracas do Centro Cirúrgico Móvel, geradores, aparelhos de ar condicionado, equipamentos cirúrgicos, medicamentos e materiais de consumo somaram mais de oito toneladas de carga. Além dos patrocinadores, o grupo contou ainda com apoio do Comando Militar da Amazônia, que garante o transporte da equipe desde Manaus até um ponto de apoio em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com Ferreira, uma das grandes dificuldades é o acesso aos locais de atendimento, que tem de ser feito por barcos.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG