Em 1ª discussão, Câmara de SP aprova Orçamento 2009

Por 39 votos favoráveis e 12 contrários, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou hoje, em primeira discussão, o orçamento de 2009 para a capital paulista. A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), composta por 12 vereadores, votou contra.

Agência Estado |

Não houve nenhuma abstenção. Os parlamentares poderão apresentar emendas ao orçamento até as 20 horas de amanhã na Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, segundo informou a assessoria da Casa. Só então a proposta será votada em definitivo.

A Comissão de Finanças da Câmara Municipal autorizou corte de R$ 2,2 bilhões no Orçamento de 2009. A crise financeira foi o argumento do Executivo e da base governista para fazer cortes em áreas como transporte (menos R$ 735 milhões) e habitação (menos R$ 45 milhões). As emendas parlamentares, porém, não terão reduzidas a cota de R$ 142 milhões reservada pelo governo. Os 55 vereadores da atual legislatura e os 16 novos que iniciam mandato em janeiro terão direito a uma emenda cada, conforme acordo com o prefeito da cidade, Gilberto Kassab (DEM).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG