Eloá segue em estado grave; Nayara está consciente

O estado de saúde da adolescente Eloá, que foi baleada pelo ex-namorado Lindembergue Alves, de 22 anos, após seqüestro de 100 horas em Santo André, será divulgado às 9 horas, em coletiva de imprensa, no Centro Hospitalar de Santo André. A diretora do hospital, Rosa Maria Pinto Aguiar, adiantou à repórter da Rádio Eldorado Fabiane Araújo que a situação de Eloá é muito grave.

Agência Estado |

Ainda de acordo com a diretora do Centro Hospitalar, foi realizada nesta madrugada a retirada da bala da região da virilha e uma cirurgia no cérebro, ou craniotomia, para tentar remover o projétil que se instalou na base do crânio. O ferimento, segundo Rosa, tem características de tiro à queima-roupa. Do dreno colocado na região sangra muito, o que caracteriza hemorragia.

Ainda segundo a diretora do hospital, Eloá, de 15 anos, permanece em coma induzido, e na escala Glasgow de grau de coma, que vai de 3 a 15, seu estado é 4. "Em grau 3 não é possível reverter o quadro", disse Rosa. A mãe de Eloá foi para casa, e o pai permanece no hospital, sob medicação.

Durante a madrugada, o governador José Serra (PSDB) foi ao Centro Hospitalar prestar solidariedade aos familiares de Eloá e de sua amiga, Nayara, a outra adolescente seqüestrada pelo auxiliar de produção. Nayara, de 15 anos, baleada na boca, também foi operada e seu quadro é considerado estável. Por volta das 2h, quando recebeu a visita de Serra, Nayara pediu ao governador que gostaria de ver Alexandre Pato, jogador de futebol de quem a adolescente é fã.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG